Veja o projeto vencedor do concurso para a reconstrução da estação brasileira na antártica.

O Estúdio 41 Arquitetura, foi o vencedor do concurso nacional promovido pelo Instituto de Arquitetos do Brasil, com o objetivo de criar uma estrutura multifuncional que irá fornecer abrigo para os pesquisadores. A proposta também foi escolhida devido ao seu design marcante onde o júri sentiu representada a  importância científica e cultural do centro para o país.


brazilian_antarctic_station_00

brazilian_antarctic_station_01

brazilian_antarctic_station_02

A proposta para a Estação Ferraz parte da interpretação do território e das condições geográficas da região. Sendo assim, a implantação dos edifícios propostos leva em consideração a topografia da Península Keller e as necessidades de preservação das áreas de vida animal e vegetal do entorno, entre outros fatores. Diversas condições previstas pelo Zoneamento Ambiental de Uso são respeitadas de modo a minimizar os impactos na natureza.

Os setores funcionais estão organizados em blocos que distribuem os usos. O bloco superior, no nível +9,10, abriga os camarotes, áreas de serviço e o jantar/estar. Ao bloco inferior, no nível +5,95, foram incorporados os laboratórios e as áreas de operação e manutenção. Este mesmo bloco abriga as garagens e o paiol central, localizados no nível +2,50.

EACF-ARQ-AP-R0-20130722-FOTO-INSERÇÃO-1280x821

A implantação é completada com as plantas de painéis fotovoltaicos, ao norte, e de turbinas eólicas VAWT a sudoeste.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *